Como Emagrecer

Ela levanta às 5h da manhã, faz bens de jornalismo, administra 3 lojas de moda fitness, cuida do diário online Projeto Músculo e possui também abdômen trincado, pernas torneadas, membro fortes e bumbumdurinho. Porém essa cotidiano e, especialmente, a imagem são novidades na vida da pernambucana fabricada em São Paulo. “ Antes eu apenas tinha gordura, comia uma pizza de calabresa inteira com um litro de gelado, imagina?”.

Pelas fotos que ela correio no Instagram e as histórias queconta em seu diário online, é complicado mesmo julgar que seja a mesmaindivíduo. Com short limitado e top, ela circulava pela academia – no qualrecebeu o Terra – à desejo com o próprio corpo, bem distinto de indivíduo queapenas tinha utilizado maiôs até 2007. “ Meu sonho era andança na praia debiquíni e sem canga”.

” Não consigo julgar que nessa imagem eu tinha 33 anos, a impressão é que então eu tinha 40 e hoje eu tenho uns 30, 25″ Imagem: @projetomassamagra1 / Instagram / Imagem / Imagem

O sonho foi executado no momento em que, aos 33 anos, ela contratou um personal trainer, passou a seguir à risca menu realizado pela dietista e eliminou 18 kg em seis meses. “ Meu personal era bastante rígido, pegava bastante no meu pé. Se ele falasse que eu tinha que desolar uma taipa para perder peso, eu escalava. Diversas vezes saí do treino chorando, não é mentirinha. Diversas vezes, quis renunciar ”. O resultado foi alegrar-se do manequim 46 para o 34 e, evidente, se livrar das cangas e maiôs e adquirir o primeiro biquíni P da vida.

Com novo corpo e novos práticas, Osanita começou a desfilar na praia e encontrou na musculação e no esporte um estilo de vida. Porém, em 2013, começou a estudar em tempo integral, a realizar as refeições em restaurantes na rua e ir à academia somente uma ou duas vezes na semana. Resultado? Engordou novamente e recuperou todos os 18kg perdidos. “Nessa época eu já tinha massa magra, por isso fiquei bastante grande. Não tinha muita abdômen, porém tinha muita celulite”, lembra. O exclamação de atento veio no momento em que as calça tamanhos 42 e 44 voltaram a surgir no armário, além da saúde. “Ficava indisposta, perna inchada, pé doendo”.

Foi aí que o Projeto Músculo começou a manifestar-se. Em setembro do ano passado, Osanita voltou à academia com treino fatigante todos os dias e a preparar minuciosamente em casa as marmitas no domingo para alimentar-se ao longo a semana. Em 3 meses, foram 12 kg eliminados. Mais 90 dias e mais 8 kg a pouco. Hoje, ela preserva a saúde com 60 kg distribuídos em 1,68 m e 14% de gordura do corpo. Em depoimento ao Terra, ela conta detalhes desse repetido processamento de emagrecimento e do sucesso do diário online que possui mais de 43 mil curtidas no Facebook e 15 mil no Instagram.

Terra: Você constantemente foi gordinha ou teve fases de moderar melhor o peso?Osanita Rodrigues: Foram fases e fases. De modo algum fui gordinha no momento em que era broto, porém similarmente não era magrinha. Minha mãe é gordinha, bem gordinha, porém apenas me dei conta de que a coisa de fato aparecia feia no momento em que fui utilizar 46. Já aparecia com 33 anos e pesava aproximadamente 80 kg. E eu não tinha músculo, apenas gordura, visto que não treinava, não praticava exercício física, tinha uma vida bem sedentária.

Terra: No momento em que percebeu que precisava realizar alguma coisa em correlação à sua saúde e ao peso?OR: Primeiro, trabalhava como advogada, porém em 2007 fui convidada a montar uma empresa de roupa fitness na academia. Lá, começava a analisar as novas malhando e resolvi que era momento de modificar. Contratei o personal e, nessa época, meu corpo mudou. Porém acho que não é apenas discórdia de corpo, é discórdia de mente similarmente. Eu tinha uma mente gordinha, eu comia bastante. Não estilo bastante de doce, por exemplo, porém comia muita fritada, gordura, McDonald’s. Eu comia uma pizza inteira com um litro de gelado, imagina? Você vai perdendo a rudimentos. Até por isso, eu não usava biquíni, não usava a roupa que queria, embora de ser vaidosa. Constantemente falava “ uau, futuro eu início ” ou por isso fazia essas dietasmalucas em que você encontra-se sem alimentar-se.

Terra: Como você conseguiu se livrar desses maus práticas e modificar sua cotidiano?OR: A academia, que era o local no qual eu aparecia, colaborou bastante para isto. Evidente que lá evidencia indivíduos acima do peso, porém todas evidencia um propósito, desejam aumentar o corpo, a entono. Na época, meu personal era bastante rígido, pegava bastante no meu pé. Diversas vezes saí chorando, quis renunciar e ele me dizia: ‘você possui seis meses para alcançar seu propósito visto que você é capaz. Se você não conseguir, não te dou mais exposição ‘. Nesses seis meses, se ele falasse que eu tinha que desolar uma taipa para perder peso, eu escalava. Foram 18 kg em seis meses, até por isso eu usava 46 e, em seis meses, pulei para o 34. Hoje eu utilização 36 com meu atual peso (60 kg). No momento em que inicia a analisar resultado, você inicia a desejar mais. Hoje isto não é abnegação qualquer, se eu não treino, não faço corrida, marcha, atletismo, musculação, meu dia não funciona, parece que está faltando alguma coisa. Constantemente faço uma momento de musculação por dia e também outro trieno combinado. E estilo de tudo, muay-thai, divisão, MMA, pilates, ioga, correria, bicicleta.

Terra: Acha que se o seu personal não tivesse ficado tanto no seu pé, teria desistido?OR: Uau, acho que se não tivesse uma indivíduo, teria sido pior. Não que nós não somos capazes, porém às vezes você necessita de indivíduo para puxar para o seu pé e anunciar “vamos que você pode!”. Os primeiros dias, especialmente as primeiras 3 semanas, são complicadas.

Terra: Fazia várias dietas antes de optar perder peso pelaprimeira vez há sete anos?OR: Bastante, bastante não, porém algumas. Éexcessivo, visto que você encontra-se sem alimentar-se, emagrece vários quilos,porém em seguida volta a alimentar-se tudo visto que não passou pelareeducação, porém por uma catástrofe. Porém hoje, levo uma vida tranquila, saiocom meus colegas, e não deixo de ingerir uma copo de pró-seco uma vez porsemana. Possui o dia que posso sair que como habitualmente e alimentar-se umamassa, por exemplo. Eu como pizza, porém pizza integral. Ela é tão gostosa ouaté mais gostosa que a massa comum. Não deixo de realizar minhas negócios porpleito da refeição, porém cortei algumas negócios como gelado, que hoje eu nãoestilo e não me faz falta.

Terra: O que mais você cortou do menu?OR: Gordura, fritada, fastfood. Um tempo atrás, fiz uma experiência visto que eu aparecia com desejo. Comi um lanche e não me senti bem, passei mal. Seu corpo não aceita mais negócios que não sejam saudáveis, não faz mais parte da minha vida e não me faz falta. Comia uma pizza de calabresa com queijo inteira, porém de modo algum mais comi calabresa. Não como chocolate visto que não consigo apoiar. Apenas como um doce de leite que eu mesma faço. É sadio, porém não é nada sacrificante, é uma coisa que me faz bem. A pele melhorou, o cabelomelhorou, o corpo melhorou, por que eu vou abrir mão disso?

Imagem: Rodrigo Dionisio/FramePhotoTerra: Como é seu menu hoje?OR: No momento em que acordo às 5h, como tapioca com cottage, volume um taça de suco constantemente natural detox. Cada dia faço um distinto. Às 10h, volume uma dose de proteína, que é uma combinação de whey protein com glutamina ( utilizado para reforçar a proteção ). No almoço, como muita salada, arroz integral, lentilha no lugar do feijão, carne, frango ou peixe. De pospasto, como uma fruto. No lanche da tarde, posso alimentar-se algumas castanhas. Não como carboidrato à noite, por isso no vencer é salada e proteína. Antes de dormir, volume uma dose de caseína, que é uma proteína de absorvimento lenta que vai me realizar não despertar com fome de alimentar-se as paredes. São ao menos seis refeições por dia.

Terra: Abre qualquer vantagem nesse menu? Também possui um hora de enfiar o pé na jaca?OR: Eu vou ao restaurante japonês, porém não como nada duro. Como pizza integral, frequentemente na sexta-feira ou no domingo. Se tiver uma farra e não tiver salgadinho integral, vou realizar o quê? Vou alimentar-se!

Imagem: Rodrigo Dionisio/FramePhotoTerra: Nesse primeiro processamento de emagrecimento, alguma coisa te surpreendeu?OR: Achei que eu de modo algum fosse apoiar de proteína, de suplemento. Pensava “ gente, como vou ingerir este negócio, essa água suja?”. No início é ruim visto que não fazia parte da minha vida, porém hoje faço negócios incríveis com proteína. Ando com o meu shake o dia inteiro.

Terra: Você manteve o peso e o corpo por seis anos até iniciar a ganhar peso novamente. Como foi este tempo?OR: Eu fazia tudo para preservar. A regime não é mais tão rígida, você pode reforçar a porção de alimento e, como meu treino já aparecia bastante acelerado e meu corpo tinha se habituado, consegui preservar tranquilamente.

Terra: O que resultou no momento em que voltou a se renunciar do peso e engordou de novo?OR: Emagreci em 2007. Em 2013, aparecia fazendo curso de apresentadora de TELEVISÃO, curso de locutora e bens e passei a estudar em tempo integral, das 7h às 18h. Abri mão de ir todos os dias à academia e, de janeiro a setembro de 2013, eu engordei 18 kg. Eu não comia daquela como antes de perder peso e acho que, dessa forma, não me dei conta que aparecia engordando tanto durante desses nove meses. Não levava mais a marmita do almoço nem sequer os lanches de 3 em 3 horas. Não comia fritada, nem sequer nada, porém, num restaurante, se não tinha arroz integral, acabava consumindo do branco mesmo. Você encontra-se o dia inteiro sentada, come errado e não pratica exercício física. Eu engordei demais e não aparecia me dando conta. Como eu já tinha massa magra, uma músculo correto, eu apenas fui aumentando, fui ficando aquela mulher grande, não ficava aquela gorda barriguda, porém grande e aluvião de celulite.

Terra: E no momento em que você percebeu que tinha desandado ao antecessor peso?OR: Em setembro, aparecia comprando roupa nova visto que minhas calça não me serviam mais. Eu já aparecia usando 44 novamente! No dia 10 de setembro, decidi que ia voltar a realizar tudo o que fazia antes: minha regime, minha academia. Falei com o Robert: “vamos voltar e agilizar este treino ”. A dietista tirou todo o menu novamente, mais uma vez. Em dezembro, eu já tinha carcomido 12 kg. Saí de férias da bens e no momento em que voltei, em fevereiro, já tinha carcomido os 18 kg e mais 2 kg. Já aparecia usando novamente meu 36, 34. Aparecia perfeita e aí que surgiu a ideia do diário online, o projeto Músculo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s